Estudo Sobre o Livro de Êxodo

Estudo Sobre o Livro de Êxodo – Estudo

No exemplar que temos hoje o livro de Êxodo é o segundo da lista. Na bíblia que temos em mãos o livro é o segundo do Antigo Testamento. O tema principal de Êxodo é a história de Israel que se deu após a morte de José que foi governador no Egito. A história de José estava narrada no livro de Gênesis.
Êxodo narra também a história de Israel no Egito e a construção do tabernáculo.

Significado da Palavra Êxodo

Êxodo vem do greto “exodos”, e trás o sentido de saída ou partida. De acordo com estudos foi a Septuaginta (tradução grega do Antigo Testamento) que deu esse nome ao livro. Entretanto no hebraico apenas o início da primeira frase do livro era o título original que no caso era:
“Estes, pois, são os nomes dos filhos de…”.

A primeira metade do livro fala sobre a saída dos hebreus da terra do Egito, e na segunda parte fala sobre a formação das leis, dentre outras coisas como a adoração em Israel por exemplo. Então note que a palavra Êxodo se encaixou bem ao tema principal desse livro.

Quem foi o autor do Livro de Êxodo?

A maioria dos estudiosos acreditam que foi Moisés quem escreveu esse livro. Portanto a base para afirmar isso são os detalhes minuciosos descritos no livro. Então devido a cultura que Moisés teve no Egito isso se faz ainda mais verdadeiro. Além disso os detalhes do livro mostra que Moisés foi testemunha ocular dos acontecimentos.

Existe críticas acerca de que Moisés tenha escrito o livro de Êxodo, assim também como todo o pentateuco. Muitos acreditam que este livro faz parte de uma obra escrita por vários outros autores em um tempo depois de Moisés. Entretanto essa crítica tem pouca aceitação tendo mais peso os fatos de que Moisés de fato escreveu o livro.

Então o fato de que Moisés escreveu o livro de Êxodo fica ainda mais evidente quando Jesus faz citação assim como seus discípulos de que a lei foi escrita por Moisés. Então os argumentos que tentam derrubar a afirmação de que Moisés escreveu o livro ficam cada vez menos convincentes. Por isso até hoje a afirmação de que Moisés escreveu o livro de Êxodo é cada vez mais evidente.

Em Que Data Foi Escrito o Livro de Êxodo?

Além da data em que o livro foi escrito, existe ainda a discussão acerca de quando realmente aconteceu o êxodo em si. Portanto os anos de 1445 a.C e 1400 a.C são os mais aceitos.

1 Reis 6:1 e Juízes 11:26 são as passagens bíblicas utilizadas para confirmar a data do livro. Entretanto existem outras suposições devido as datas dos períodos dos governos egípcios, muitas baseiam-se nisso. Além disso existe uma data baseada na arqueologia do século 13 a.C. onde se fala sobre a destruição de cidades dos cananeus que se deu durante a conquista de Canaã. Portanto isso só serve para mais informações e esclarecimentos cronológicos e históricos.

Qual Foi o Objetivo do Livro de Êxodo?

Para que o livro de Êxodo seja de fato compreendido é preciso ler também o livro do Gênesis. Então sem o conteúdo do livro de Gênesis não seria possível entender o livro de Êxodo uma vez que este é a continuação do outro. A proposta principal do segundo livro da bíblia é relatar a libertação do povo Hebreu da terra do Egito, através da poderosa mão de Deus.

O povo de Israel estava sofrendo muito nas mãos dos Egípcios, então eles clamaram a Deus para que os livrasse.

E aconteceu, depois de muitos dias, que morrendo o rei do Egito, os filhos de Israel suspiraram por causa da servidão, e clamaram; e o seu clamor subiu a Deus por causa de sua servidão.
E ouviu Deus o seu gemido, e lembrou-se Deus da sua aliança com Abraão, com Isaque, e com Jacó;
E viu Deus os filhos de Israel, e atentou Deus para a sua condição.
Êxodo 2:23-25

Deus então levanta Moisés para libertar o povo tendo o próprio Deus como o Líder. Moisés foi o instrumento de Deus para libertar o povo. Então através de Moisés o povo viu a fidelidade de Deus para com eles.

Relação do Livro de Êxodo Com o Novo Testamento

Deus revelou o propósito que tinha para com o seu povo e isso foi concluído no Novo Testamento, quando Jesus entrou com a redenção em sua morte na Cruz. Então assim pode-se traçar uma comparação com a libertação do povo na terra do Egito, com a libertação do crente quando o mesmo crê em Jesus. Assim como Deus libertou o povo da escravidão no Egito, através de Jesus Cristo as pessoas recebem libertação do pecado.

Um dos fatos únicos no livro de Êxodo é que em nenhum outro livro a redenção pela graça de Deus é tratada de forma tão relevante.

Estudo Sobre o Livro de Êxodo – Resumo e Aplicação

Quando os israelitas foram escravizados no Egito, Deus ouviu seus clamores e os resgatou. Assim também podemos confiar que Deus ainda ouve nossas orações. Então da mesma forma que Deus libertou os israelitas da escravidão, o mesmo Senhor nos liberta do pecado, da morte e do mal.

Compartilhe o estudo sobre o livro de Êxodo com seus amigos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *