Uma Só Palavra em Corações Diferentes

Uma Só Palavra em Corações Diferentes – Medite

Jesus conta a parábola do semeador, e nessa parábola aprendemos que a semente é a mesma, mas os corações são diferentes. Então vamos falar sobre a parábola do semeador no que diz respeito a palavra de Deus e esses corações.

Jesus Conta a Parábola do Semeador

E ajuntou-se muita gente ao pé dele, de sorte que, entrando num barco, se assentou; e toda a multidão estava em pé na praia.
E falou-lhe de muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis que o semeador saiu a semear.
E, quando semeava, uma parte da semente caiu ao pé do caminho, e vieram as aves, e comeram-na;
E outra parte caiu em pedregais, onde não havia terra bastante, e logo nasceu, porque não tinha terra funda;
Mas, vindo o sol, queimou-se, e secou-se, porque não tinha raiz.
E outra caiu entre espinhos, e os espinhos cresceram e sufocaram-na.
E outra caiu em boa terra, e deu fruto: um a cem, outro a sessenta e outro a trinta.
Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.
Mateus 13:2-9

Os discípulos perguntaram a Jesus por que o Ele falava por parábola, então Jesus respondeu que era necessário, pois somente os de coração aberto iriam entender. O coração de muitos ali já estavam endurecidos para as coisas de Deus.

Jesus Explica a Parábola da Semente

Escutai vós, pois, a parábola do semeador.
Ouvindo alguém a palavra do reino, e não a entendendo, vem o maligno, e arrebata o que foi semeado no seu coração; este é o que foi semeado ao pé do caminho.
O que foi semeado em pedregais é o que ouve a palavra, e logo a recebe com alegria;
Mas não tem raiz em si mesmo, antes é de pouca duração; e, chegada a angústia e a perseguição, por causa da palavra, logo se ofende;
E o que foi semeado entre espinhos é o que ouve a palavra, mas os cuidados deste mundo, e a sedução das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera;
Mas, o que foi semeado em boa terra é o que ouve e compreende a palavra; e dá fruto, e um produz cem, outro sessenta, e outro trinta.
Mateus 13:18-23

O Coração Comparado ao um Caminho

Quando a pessoa recebe a palavra e não entende o inimigo e arranca o que foi semeado no coração daquela pessoa, Jesus deixa claro isso. Esse coração pode ser comparado ao de pessoas desapercebidas, que não dão atenção a Palavra. Então essas pessoas até ouvem mas não dão atenção e ficam sem entendimento.

O Coração Comparado aos Pedregais

Se você plantar uma semente em meio a pedregais, pode ser que algumas vão brotar devido ter um pouco de terra ali. Entretanto não irá durar muito, pois não tem terra suficiente para a raiz da planta. Esse é coração comparado aos pedregais, onde a Palavra não tem muita duração. A pessoa até recebe a palavra com alegria, mas quando vem os problemas e dificuldades a mesma fica infrutífera.

O Coração Comparado aos Espinhos

Aqui o coração é comparado as pessoas que estão muito preocupadas com as coisas dessa vida. As preocupações que surgem e diversas outras tentações sufocam a palavra nesse coração. Portanto a palavra acaba sendo deixada de lado e sem frutos.

O Coração Comparado a Terra Boa

Aqui se fala do coração comparado a boa terra, ou seja, a palavra é recebida em terreno fértil e produz muitos frutos. Ainda que venha as dificuldades essa pessoa tem raiz. Então mesmo que muitas coisas aconteçam para tirar o foco, sejam os cuidados dessa vida, tentações diversas esse coração esta firme na Palavra.

A Semente é a Mesma

Note que a semente é a mesma, mas os corações que a recebem são diferentes, assim é até o dia de hoje! O Espírito Santo irá sempre usar pessoas para semear a Palavra de Deus em todos os lugares, mas não tem como prever onde tais sementes cairão.

Assim entendemos que o evangelho é pregado, mas a reação das pessoas é diferente diante do mesmo evangelho.  Então Jesus compara esses diversos tipos de pessoas e seus corações a terrenos diferentes.

Uma Só Palavra em Corações Diferentes

O Evangelho deve ser pregado sempre, a palavra pela qual o evangelho é pregado deve ser semeada em tempo e fora de tempo. Entretanto a responsabilidade do que será feito com a semente que é a palavra é do ouvinte. Portanto por parte daqueles que semeiam a palavra deve haver consistência, e não desaminar de semear as sementes. Deus por sua vez conhece o coração de cada indivíduo e julgara com justiça a forma como cada qual recebeu o evangelho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *