O Discípulo e o Mestre

O Discípulo e o Mestre – Medite

Todo aquele que entregou sua vida a Cristo deve te-lo como o modelo ideal a ser seguido. Portanto basta ao servo ser como o seu senhor, e o discípulo como o seu mestre. Jesus se refere a isso na seguinte passagem:

Não é o discípulo mais do que o mestre, nem o servo mais do que o seu senhor.
Basta ao discípulo ser como seu mestre, e ao servo como seu senhor.
Mateus 10:24,25

Jesus disse isso em um contexto de perseguição e sofrimento, porém pode isso envolve todas as áreas da vida. Devemos imitar a Cristo nas atitudes, nas palavras, ou seja, no seu modo de vida. Portanto devemos olhar para Cristo como o verdadeiro exemplo em tudo.

Jesus é Misericordioso

Vemos nas escrituas o exemplo de um Cristo compassivo, como foi no caso do tratamento com Judas Iscariotes. Jesus foi traído por Judas e mesmo assim o chama de amigo. Jesus foi traído por Pedro, porém o perdoou. E o Mestre ensinou seus servos a fazerem o mesmo no sermão da montanha.

Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;
Mateus 5:7

Jesus Era Pacificador

Jesus não promovia a contenda, e podemos ver um exemplo disso acerca dos impostos.

E perguntaram-lhe, dizendo: Mestre, nós sabemos que falas e ensinas bem e retamente, e que não consideras a aparência da pessoa, mas ensinas com verdade o caminho de Deus.
É-nos lícito dar tributo a César ou não?
E, entendendo ele a sua astúcia, disse-lhes: Por que me tentais?
Mostrai-me uma moeda. De quem tem a imagem e a inscrição? E, respondendo eles, disseram: De César.
Disse-lhes então: Dai, pois, a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.
Lucas 20:21-25

Tentaram a Jesus com essas palavras, esperando que Jesus iria promover alguma rebelião contra César. Pois se Jesus negasseo o importo poderiam acusa-lo de rebelde, entretanto Jesus era da paz.
Jesus ensina seus seguidores a serem pacificadores:

Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;
Mateus 5:9

O Discípulo e o Mestre

Dentre muitas coisas podemos olhar o exemplo do Mestre. Ele ensina a abençoar os que nos maldizem, a amar os nossos inimigos. A natureza humana sempre tende para o erro, porém as palavras de Jesus nos confronta a fazer o que é certo. Cristo é o modelo ideal a ser seguido, que seus passos sejama a nossa bússola em nossa jornada Cristã.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *