A Lição do Centurião de Cafarnaum

A Lição do Centurião de Cafarnaum – Medite 

Aqui veremos as lições que nos passam um homem respeitado por sua posição, porém muito humilde. O Centurião mostra para nós hoje atitudes que glorificam a Deus. Leia e reflita.

 

E, depois de concluir todos estes discursos perante o povo, entrou em Cafarnaum.
E o servo de um certo centurião, a quem muito estimava, estava doente, e moribundo.
E, quando ouviu falar de Jesus, enviou-lhe uns anciãos dos judeus, rogando-lhe que viesse curar o seu servo.
E, chegando eles junto de Jesus, rogaram-lhe muito, dizendo: É digno de que lhe concedas isto. Porque ama a nossa nação, e ele mesmo nos edificou a sinagoga.
E foi Jesus com eles; mas, quando já estava perto da casa, enviou-lhe o centurião uns amigos, dizendo-lhe: Senhor, não te incomodes, porque não sou digno de que entres debaixo do meu telhado.
E por isso nem ainda me julguei digno de ir ter contigo; dize, porém, uma palavra, e o meu criado sarará.
Porque também eu sou homem sujeito à autoridade, e tenho soldados sob o meu poder, e digo a este: Vai, e ele vai; e a outro: Vem, e ele vem; e ao meu servo: Faze isto, e ele o faz.
E, ouvindo isto Jesus, maravilhou-se dele, e voltando-se, disse à multidão que o seguia: Digo-vos que nem ainda em Israel tenho achado tanta fé.
E, voltando para casa os que foram enviados, acharam são o servo enfermo.
Lucas 7:1-10

O que Era um Centurião

O Centurião  tinha um pequeno exército com cerca de 60 a 100 homens. Através desse pequeno exército o Centurião mantinha a ordem social. Além de cuidarem do pagamento de impostos e podiam executar competências judiciais ou até mesmo administrativas. O Centurião era um homem muito importante.

O Centurião Roga Pela Cura do Seu Servo

Um dos soldados do centurião estava doente, e o líder ficou muito preocupado com isso. O Centurião mesmo sendo um maioral teve compaixão de um humilde servo que obedecia as suas ordens. Aqui começamos a tirar lições importantes desse grande porém humilde homem.

A Humildade do Centurião

Mesmo sendo um homem importante teve compaixão de quem estava abaixo dele. Quantas pessoas por estarem em uma posição de privilégio ignoram os que estão sob sua liderança? E quantas pessoas tem tão pouco e se acham tão tudo? O Centurião não permitiu que a sua alta posição o tornasse arrogante. O centurião ensina que um patrão sim, pode realmente se preocupar com um empregado. Então veja que o centurião poderia simplesmente deixar outras pessoas se preocuparem com o servo doente. Entretanto o centurião fez questão de passar aquele momento difícil com o seu servo.

O Centurião Não se Sentiu Digno de que Jesus Entrasse em Sua Casa

Enquanto muitos hoje querem determinar que Deus faça isso ou aquilo o centurião sequer se sentia digno da presença do Mestre em sua casa. Os Judeus eram preconceituosos e o centurião provavelmente sabia disso. Então é pedido pelo centurião que alguns judeus intercedessem junto ao Mestre. O Centurião preferiu respeitar a resistência cultural daqueles que o cercavam não indo diretamente a Cristo. O Centurião de alguma forma estava se pondo em seu lugar, pois ele não era um filho de Abraão.

Jesus Atende o Centurião – A Fé que Admirou Jesus

A daquele centurião foi tamanha que até Jesus se admirou da mesma. O Centurião não se sentiu digno de ter Jesus em sua casa, como também não se sentiu digno e ir até Jesus. Então o centurião faz uma declaração surpreendente.

Porque também eu sou homem sujeito à autoridade, e tenho soldados sob o meu poder, e digo a este: Vai, e ele vai; e a outro: Vem, e ele vem; e ao meu servo: Faze isto, e ele o faz.
Lucas 7:8

O centurião sabia que era o homem de autoridade, e com apenas uma palavra ele dava ordem e seus servos obedeciam. Então ele diz que se Jesus também desse uma palavra a enfermidade iria embora e seu servo seria curado.

E, ouvindo isto Jesus, maravilhou-se dele, e voltando-se, disse à multidão que o seguia: Digo-vos que nem ainda em Israel tenho achado tanta fé.
Lucas 7:9

Certamente essa declaração de Jesus desconcertou os israelitas, porém Deus não faz acepção de pessoas.

A Lição do Centurião de Cafarnaum

Que venhamos aprender com a lião do centurião de Cafarnaum. Não devemos exigir nada de Deus, apenas crer e confiar em sua vontade. E  que independente da posição que temos na vida venhamos sempre ser humildes. Que a nossa fé venha agradar o coração de Deus, uma vez que a mesma é genuína.

Compartilhe a lição do centurião de Cafarnaum com seus amigos e irmãos e discutam sobre o assunto! Não esqueça de deixar o seu comentário! Que Deus te abençoe!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *